Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - Regional São Paulo

Comparação entre o uso de sutura intradérmica e Prineo® mostra resultados estéticos iguais

A forma mais comum de fechamento de pele em grandes incisões lineares, entre os cirurgiões plásticos, envolve o uso de uma sutura intradérmica de fio absorvível. Divulga-se amplamente, inclusive em outras especialidades, o uso do sistema Prineo® como uma opção mais rápida e efetiva para obter um fechamento definitivo da pele. Com isso, é comum que o cirurgião plástico, no consultório, seja perguntado se o “fechamento com cola” não é a opção para melhores resultados.

Um estudo comparativo publicado no Plastic and Reconstructive Surgery, de outubro de 2018, demonstra que o resultado estético das duas opções é exatamente equivalente, quando utilizado para a incisão inframamária em reduções de mama com cicatriz em T invertido.

Existe uma variação significativa de tempo de aplicação das duas opções, sendo que a sutura intradérmica consome, em média, mais de 6 minutos para sua realização em cada mama.

Esses resultados sugerem que o Prineo® pode ser uma opção quando levado em conta o tempo e o custo, e a vantagem deve ser individualizada para cada instituição, já que os custos ou a vantagem do tempo reduzido variam muito.

Por outro lado, o estudo responde a uma dúvida comum entre os pacientes, dando segurança para afirmar que os resultados finais serão similares.

Leia mais aqui:
https://journals.lww.com/plasreconsurg/Abstract/2018/10000/In_Search_of_an_Ideal_Closure_Method___A.2.aspx